dezembro 18, 2010

Conheça o Papai Noel de verdade

São Nicolau, bispo que viveu no século IV, deu origem à lenda do ‘Bom Velhinho’


Rio - Papai Noel nunca viu uma rena, morava num lugar em que faz calor em parte do ano e, em vez da touca vermelha, usava uma mitra na cabeça. Mas realmente ficou famoso pela caridade. Um grupo de americanos que fundou uma organização para estudar e divulgar o ‘Bom Velhinho’ real garante que São Nicolau — bispo que gerou a lenda de Papai Noel, famoso em países europeus — tem comprovações históricas.

“São Nicolau existiu. Ele viveu no fim do século III e no IV em Patara, na Ásia Menor. Mais tarde foi bispo em Mira, atual Demre, na Turquia. Na época, a região era território grego”, disse Carol Myers, que fundou nos EUA o Saint Nicholas Center, com o reverendo anglicano Kim Rosenthal. O culto ao bispo é tão antigo, que fez com que ele se tornasse santo para várias denominações cristãs, entre elas a dos católicos.

Segundo Carol, o santo nasceu rico e, depois de virar órfão, foi criado por um tio num monastério. Depois, decidiu doar toda a sua herança. “Uma das histórias mais famosas é sobre uma família que não tinha condições para pagar dotes para que suas filhas se casassem. Elas corriam risco de serem vendidas como escravas e, então, Nicolau jogou ouro pela janela da família, salvando as jovens”, conta. Outras versões da lenda contam ainda que o santo depositou o ouro em sapatos, o que teria dado origem à história das lembranças depositadas em calçados no Natal.

São Nicolau começou a ser relacionado ao Natal porque seu dia é celebrado em 6 de dezembro. Sua imagem começou a ser substituída pelo Papai Noel moderno no início do século passado. “Empresas americanas a exportaram, assim como outros aspectos da cultura americana”, conta Carol, aproveitando para explicar por que decidiu divulgar o santo original. “Acreditamos que São Nicolau traz o foco do feriado de volta para a manjedoura de Belém, e encoraja mais a compaixão que o consumo”.

Padroeiro das crianças e dos marinheiros

Segundo Carol, o santo que deu origem a Papai Noel é muito bem conhecido em países como Rússia, Itália, Grécia, Holanda e Bélgica. Mesmo antes do surgimento do Papai Noel moderno, ele era associado às crianças. E patrono, por exemplo, da cidade de Amsterdã, na Holanda, e de atividades tão distintas como marinheiros, estudantes e dos “falsamente acusados”.

Entre os fatos que comprovam a existência do Papai Noel real estão sua participação no Concílio de Nicea, em 325 d.C, o primeiro do cristianismo. Restos mortais que seriam do santo são mantidos até hoje em Bari, na Itália. Em 2009, o governo da Turquia anunciou que tinha interesse na repatriação do corpo do santo, que viveu no país.

 O Dia Online

6Fizeram tchbum

Camille disse...

Ha anos atras estive na Espanha numa pequena capela de Sao Nicolau. La esta uma imagem, uma pintura muito parecida com essa que voce postou. Visitar essa capela é parte do trajeto do Cainho de Santiago de Compostella. Mas nao me lembro em que cidade fica.
Beijos e feliz Natal desde ja. Boma gente conhecer a origem das historias nao é:? Muito interessante seu post.

Letícia Losekann Coelho disse...

Luci,
Eu vou ler teu blog para Lucas :D É importante que as crianças entendam de onde surgiu a ideia do Papai Noel.
Beijos

Liliane de Paula disse...

Cada as fotos, Luci? Fotos da decoração da sua rua.

DO disse...

FELIZ NATAL,LUCI. Beijos!

Elvira disse...

Oi Luci.

É uma pena que poucos conheçam essa história...
Desejo a você e à sua família um Natal cheio de paz e de alegria.

Bjs.
Elvira

Carlos Emerson Junior disse...

Luci, um Feliz Natal, cheio de muta paz e alegria.

Postar um comentário