outubro 26, 2008

"Abre Aspas" II - A Missao

Estou postando mais cedo, pois nao terei tempo mais tarde.



Blogagem Coletiva “Abre Aspas II”(a missão).

27.10.2008

Incentivo da Lunna, blog Acqua

Vamos homenagear a poesia e seus autores e deixar a blogosfera muito mais poética…

Image Hosted by ImageShack.us

Escolhi, Olavo Bilac e a poesia - Ora (direis) ouvir estrelas!

Por duas interessantes razoes:

01 - Olavo Bilac tinha razão: cientistas conseguem ouvir estrelas .
...Cientistas gravaram o som de três estrelas semelhantes ao Sol usando o telescópio francês Corot...

Noticia recente, clique e saiba mais

Uol Noticias

02 - Belchior com a musica "Divina comedia humana", menciona trecho da poesia de Bilac.



Image Hosted by ImageShack.us



Ora (direis) ouvir estrelas!Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-Ias, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto ...

E conversamos toda a noite, enquanto
A via láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo"

E vos direi:"Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas."

Image Hosted by ImageShack.us

Sobre o poeta

Image Hosted by ImageShack.us

Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac

(Rio de Janeiro, 16 de dezembro de 1865 — Rio de Janeiro, 28 de dezembro de 1918), foi jornalista e poeta brasileiro e membro fundador da Academia Brasileira de Letras.

Criou a cadeira 15, cujo patrono é Gonçalves Dias.

Filho de Brás Martins dos Guimarães Bilac e de Delfina Belmira dos Guimarães Bilac, após o término da educação, iniciou o curso de Medicina na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, que não chegou a concluir. Tentou, então, a Faculdade de Direito de São Paulo que também não concluiu.

Autor da letra do Hino à Bandeira, entre as suas obras-primas podemos considerar o soneto em que se refere à língua portuguesa como a Última Flor do Lácio - aliás, o nome do próprio poema.

Nas consultas na net , nao achei nada de sua vida familiar adulta, se alguem souber algo, por favor, me avise para acrescentar ao post.

Wikipedia

Parabens Lunna e boa blogagem a todos

7Fizeram tchbum

Sonhos & melodias disse...

Oi Luci, visitando pela primeira vez e adorando seu blog. Muito bonito mesmo. E esse poema de Bilac é simplesmente maravilhoso!
Estarei sempre por aqui.
Abraço

Flor ♥ disse...

Boa noite!!! Também participei da Blogagem coletiva e vim conhecer teu Blog e ler a poesia belíssima do Olavo Bilac.

Bjs.

Flor ♥

Michelle Müller disse...

Oi Luci...
Minha poesia favorita :-), tenho até na porta da geladeira rsrsrs
Adorei teu post! é sempre bom ver Olavo Bilac espalhado por ai...

estrelinhas coloridas pra ti...

dácio jaaegger disse...

Uma grande vantagem Luci, o resgate de poetas do nosso passado brasileiro. Ótimo trazer Bilac, melhor ainda ler novamente "Ora (direis)ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" Há quanto tempo.
Falo na blogagem sobre o primeiro poeta brasileiro a ter um livro de poemas publicado no início do XVIII. Valeu.

evipensieri disse...

Oi Luci.

Muito bom o seu texto. Ótima escolha.

Bjs.
Elvira

denise rangel disse...

Oi, luci
Um dos mais lindos poemas de Bilac.
Parabéns pela escolha.
beijo,menina

日月神教-向左使 disse...

av女優,aio,a片,日本a片,色情a片,成人影城,A片下載,情色,色情網站,色情影片,嘟嘟情人色網,成人網站,18成人,成人圖片區,成人貼圖站,微風成人,做愛,成人短片,性愛,三級片,無碼,a漫,h漫,自拍貼圖,85cc免費影片,走光,成人電影,成人影片,A片,A片下載,情色貼圖,情色,色情,a片,a片,a片

Postar um comentário