julho 09, 2008

Roberto Agostinho Peukert Valente

Crime no Brasil, e brincadeira . . .

Preso é flagrado ao visitar a namorada em São Paulo




Roberto Agostinho Peukert Valente, foi preso em 1985 (foto) por matar os pais e os três irmãos após uma discussão por conta do som alto

Internado em um manicômio judicial por determinação da Justiça, e de onde só pode sair com escolta policial, um homem condenado por matar a tiros e facadas o pai, a mãe, dois irmãos e a irmã, em 1985, foi flagrado pela Folha sendo levado por um agente à casa da namorada, funcionária do sistema prisional de São Paulo, informa reportagem de André Caramante publicada na edição desta quarta-feira (a íntegra do texto está disponível para assinantes do UOL e da Folha).

Segundo a reportagem, a ida de Roberto Agostinho Peukert, 42, até a casa da namorada foi feita sem escolta, no último domingo (6).

A Corregedoria investigará se o detento usufrui de outros privilégios no hospital.

O venezuelano naturalizado brasileiro foi condenado a 25 anos de prisão pela chacina, ocorrida no sobrado onde vivia a família, na Vila Santa Catarina. A Justiça considerou Peukert semi-imputável (tem consciência do que é crime, mas não consegue se controlar).

Em entrevista por telefone à Folha, ele disse que a saída é autorizada e que os "passeios" ocorrem uma vez por semana.

Outro lado

O psiquiatra Paulo César Sampaio, coordenador de saúde do sistema prisional paulista, disse que a saída será investigada.

Em nota, a assessoria de imprensa da Secretaria de Administração Penitenciária informou que a Corregedoria Administrativa do Sistema Penitenciário analisa as denúncias de eventuais favorecimentos para Peukert.

Portal Maratimba



O crime

Na madrugada de 06 de Janeiro de 1985 em S.Paulo, Roberto Agostinho Peukert Valente, um jovem de 18 anos, quando ouvia música rock tarde da noite, ficou totalmente fora de si, ao ser repreendido pela mãe.

Irado, depois de 20 minutos, acabou matando os pais e mais 3 irmãos a tiros e facadas.


Mais louca ainda e a namorada dele.

3Fizeram tchbum

Anônimo disse...

Como ele mata a mãe, o pai e os tres irmãos e sozinho os coloca dentro de um carro e o deixa estacionado numa rua deserta? Essa é uma pergunta que eu me faço até hoje. Era uma pessoa calma, um pouco triste talvez, mas, gostava muito de conversar com ele e ficava várias vezes sozinha com ele e nunca vi nada de errado com ele. Gostavamos de ficar ouvindo música, e nem por isso eu matei minha familia, passavamos algumas férias juntos também nada de errado. Realmente se ele fez isso, que eu dúvido, ele deveria estar possuído pois não é possível carregar sozinho tantos corpos, pelo que eu saiba ele não fazia halteres e o pai dele deveria pesar mais de noventa quilos. E ainda acho até hoje que não houve investigação e prenderam a primeira pessoa que viram pela frente.

Anônimo disse...

boto e fe irritou mata

Anônimo disse...

eu tinha 14 anos na epoca ele estava na minha casa antes dele voltar para casa dele. ele namorava com minha prima que dormia na minha casa pois era final de semana. ele foi embora tarde da noite e disse q estava sozinho em casa e q seus pais foram p itanhaem, e eu pedi p ele dormir com a gente pq a bagunça tava legal estavamos fazendo campeonato de atari- ele foi embora.
de manha cedo e eu atendi a acampainha por volta das 7 h da manha estava ele policiais e uma veraneio da policia ele queria falar com minha prima e minha mae perguntou aos policiais o q tinha acontecido e disseram q tinha acontecido um acidente de carro com os pais dele , na hora pensamos que fora durante a viagem!
mais tarde tudo esclarecido, minha mae foi na casa dele com os policiais e outras pessoas e viu tudo ensanguentado, na bacia a ropa q ele vestia na noite , de molho, um orror. na verdade ele gostava muito da minha prima e achava que não tinha muita grana e q matando os pais receberia erança .... uma pena!!!!

Postar um comentário